Vereadores aprovam reajuste salarial dos conselheiros tutelares

0
59

Com 17 votos favoráveis, a Câmara Municipal de Itapevi (CMI) aprovou o projeto de lei nº 1/2024, que estabelece a nova remuneração dos membros do Conselho Tutelar no município. A votação definitiva ocorreu durante a sessão da última terça-feira (6).

O texto aprovado pelos parlamentares promove um reajuste de 50.88% nos salários dos conselheiros, elevando-os dos atuais R$ 3,200,00 mil para R$ 4.828,00. A proposta de nova remuneração, apresentada pela prefeitura, terá efeito retroativo, entrando em vigor a partir de 1º de janeiro deste ano, assim que a legislação municipal for sancionada e publicada no Diário Oficial do Município.

Após a votação, o vereador e presidente da Câmara, Thiaguinho Silva (União), expressou a importância dos conselheiros e do reajuste.

“Estou muito feliz por iniciar o ano legislativo de 2024 com a aprovação do reajuste salarial dos conselheiros tutelares de Itapevi. Profissionais que desempenham, com grande dedicação, o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente em nossa cidade, um trabalho que não é fácil e requer dedicação exclusiva. Cada conselheiro merece nosso respeito, e continuaremos atuando para garantir cada vez melhores condições de trabalho a esses profissionais”, afirmou o presidente da Câmara, Thiaguinho Silva (União).

A vereadora e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, Tininha (PSD), também reconheceu a atuação dos conselheiros e o compromisso da prefeitura na busca por melhorias para os agentes públicos municipais.

“O reajuste é uma grande vitória para os atuais e futuros conselheiros em Itapevi. Pessoas que além de garantir os direitos de nossas crianças e adolescentes, atuam na linha de frente do combate a todas as formas de violência contra eles em Itapevi. Esse projeto de lei também reforça o empenho da prefeitura em valorizar os servidores municipais.”

Após a aprovação em plenário, o projeto segue para a sanção do prefeito.

 Veja também

Conselho Tutelar 2023: veja quem são os conselheiros eleitos em Itapevi