Vereadores e motoristas discutem com Demutran restrição a caminhões em Itapevi

0
887

Regulamentada pela Prefeitura de Itapevi, a restrição de acesso a veículos pesados nas ruas e avenidas centrais de Itapevi em horários de pico foi tema de uma reunião entre vereadores , caminhoneiros e o diretor do Demutran, Cícero Aparecido.  O encontro aconteceu na Câmara Municipal no último dia 5 de setembro.

. Na última sexta-feira (19), o prefeito Jaci Tadeu emitiu o decreto 4956/2013, que regulamenta o sistema de restrição na cidade, e o seu descumprimento passará a ser considerado infração de trânsito em 60 dias, ou seja, em setembro.

Criada com o objetivo de melhorar o trânsito local, a medida está sendo implementada após a realização de estudos de impacto no trânsito da cidade no início da manhã e ao final da tarde, além dos fins de semana e feriados, em horários nos quais a circulação de veículos é mais intensa. O decreto assinado pelo prefeito é a regulamentação da Lei Municipal nº 1987/2009, que dispõe sobre a circulação de veículos de cargas.

De acordo com a Secretaria de Segurança, a restrição atingirá os principais acessos da cidade: as avenidas Presidente Vargas, Carolina de Abreu Paulino, Cezário de Abreu, Feres Nacif Chaluppe e trecho da Rubens Caramez, além de ruas adjacentes (ver abaixo). Desta forma, os veículos pesados não poderão circular nessas vias, de segunda a sexta-feira, das 7 às 9 horas e das 16 às 20 horas. A medida também será aplicada aos finais de semana e feriados, sendo estendido das 7 às 14 horas.

Até o mês de setembro, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Itapevi (Demutran) vai orientar os motoristas e transportadores de cargas com a indicação de rotas alternativas, além de promover ações de conscientização por meio de panfletos, placas e faixas sobre as mudanças. Já a partir da data de vigência do decreto, os motoristas passarão a ser notificados pela administração municipal com autuações de multa, além pontos na carteira.

O decreto estipula também os veículos isentos à medida, tais como: urgência, socorro mecânico de urgência, cobertura jornalística, correios, coleta de lixo de Itapevi, obras e serviços de emergência e de infraestrutura viária, feiras-livres, transportes de valor, serviços públicos essenciais e alguns tipos de VUC (Veículos Urbanos de Carga). A íntegra do decreto está presente na edição n.º 238, de 19 de julho, do Diário Oficial de Itapevi.

De acordo com o Demutran, os caminhões de transporte de areia e concreto também ficarão liberados para circular nas vias de segunda à sexta-feira, das 7h às 9h, desde que estejam carregados e sejam para atender moradores e locais dentro de Itapevi. Para outras informações sobre a restrição, os moradores podem entrar em contato diretamente com o Demutran, pelo telefone 4774-4206.

Lista de ruas e avenidas com restrição

Avenidas Presidente Vargas (no trecho entre a Padaria Mulatinha e a alça do Viaduto José dos Santos Novaes), Rubens Caramez (entre a praça Carlos de Castro e o acesso à Rotatória da Cohab), Cezário de Abreu (trecho das proximidades do Hospital Maternidade Nova Vida ao semáforo central), Feres Nacif Chaluppe (sentidos Centro e Cohab) e Brasil. Ruas Francisca Teixeira de Carvalho, Geraldo Vasques, Isola Belli Leonardi, João de Abreu, Pedro Luiz Garcia, Ari Barroso e Heloísa Hideko Koba; trechos das vias Bonifácio de Abreu, Escolástica Chaluppe, Manoel Alves Mendes, Leopoldina de Camargo, Joaquim Nunes, Agostinho Ferreira Campos, Adalberto Montanher, Alvarenga, Carmem Silva de Almeida, Samuel da Rocha Galvão, Dimarães Antônio Sandei, além da ladeira Hugo Michelotti, da estrada do Itaqui e da travessa dos Cajueiros.

Vias alternativas – liberadas para a circulação de caminhões

Avenidas Rubens Caramez (a partir da Rotatória da Cohab) e Leda Pantalena; Rodovia Engenheiro Renê Benedito Silva; estradas Pedra de Itapera, dos Coqueiros e do Itaqui; ruas Rafael Barranco, Arnaldo Sérgio Cordeiro das Neves, Brasília de Abreu Alves e Valdemar Petema.