Vereadores discutem os perigos da prática de Bullying

0
412

Os vereadores da Câmara Municipal de Itapevi discutiram bastante os perigos da prática de Bullying, que é um termo inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo incapaz de se defender.

Surgindo assim dois projetos de leis com esse tema, um deles de autoria do vereador Julio Cesar Portela (PP), que dispõe sobre a obrigatoriedade de afixação de placas informativas alertando sobre os perigos da prática do bullying em escolas da rede privada e autorizando o mesmo na rede pública.  E o outro de autoria do vereador Igor Soares (PP), que dispõe sobre a inclusão nos programas pedagógicos das escolas públicas municipais e privadas de educação básica medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying escolar.

 

“A prática do bullying pode trazer conseqüências psicológicas irreversíveis, chegando a afetar diretamente o desenvolvimento escolar da vítima, constrangendo-a, provocando males decorrentes da depressão. O alerta à prática do bullying serve para que possamos encará-lo como um problema de saúde pública”, justificou o vereador Julio Cesar Portela.