Eduardo Kiko propõe prontuário eletrônico na rede de saúde de Itapevi

0
17

O requerimento nº 1043, de autoria do vereador Eduardo Kiko (Podemos), foi aprovado na sessão ordinária desta terça-feira, dia 6 de novembro, propondo prontuário eletrônico em toda Rede de Saúde de Itapevi.

Na justificativa, o vereador Kiko disse que seu pedido visa otimizar o atendimento na rede de saúde municipal, bem como, facilitar a compreensão e atuação médica dentro do município.

O parlamentar apresentou os benefícios e melhorias da implantação do sistema de prontuários de forma eletrônica no atendimento das unidades básicas de saúde, prontos-socorros e demais órgãos atrelados a rede de saúde do município. “Permite que em um curto prazo o médico possa acessar todas as informações dos pacientes nos diversas atendimentos realizados pela SUS”, exemplificou.

 

DESTAQUES DO PROJETO

Com a plataforma do prontuário eletrônico na rede municipal de saúde é possível centralizar e padronizar todas as informações do paciente através de seu histórico médico de consultas, seriam evitadas repetições de exames e encaminhamentos desnecessários, a que certamente traria maior comodidade aos pacientes e a consequente diminuição da espera par atendimentos e marcação de exames.

A modernização se faz necessária, haja vista, não serem poucos os casos onde o paciente com sua consulta marcada chega até ao local de atendimento e não tem seu prontuário manual atualizado, unificado, ou até mesmo, encontrado.

Com tal medida, evita-se, também, a ocorrência de possíveis erros de transcrição ou legibilidade, mantendo de forma clara os registros do paciente por tempo indeterminado e possibilitando a busca por data ou pelo médico responsável pelo atendimento e pelas informações lançadas no sistema.

A economia que será gerada aos cofres públicos do município, tendo em vista a redução de pessoal para cuidar de milhares de prontuários, bem corno, a redução de custos, por exemplo, com exames em duplicidade, encaminhamentos desnecessários e retiradas de medicamentos indevidos. E a implantação deste sistema na rede do município é sinônimo de agilidade, pois irá diminuir de forma significativa a fila de espera por consultas e exames.