APAE de Itapevi vai receber ônibus do Governo do Estado de São Paulo

0
791

A APAE de Itapevi participou de uma cerimônia na última sexta-feira, dia 6 de setembro, no Palácio dos Bandeirantes, promovido pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Na ocasião, o governador Geraldo Alckmin e o secretário estadual de Educação Herman Voorwald assinaram um decreto destinando 269 veículos para transporte de crianças e jovens às Apaes (Associação de Pais Amigos dos Excepcionais) e outras entidades assistenciais de 246 municípios paulistas. A iniciativa quer aprimorar o atendimento oferecido a 26 mil alunos atendidos por estas instituições conveniadas.

O presidente da APAE de Itapevi, Eliseu Martins, e a diretora Benedita Morelli Franci (Prof.ª Ditinha) elogiaram o investimento total de cerca de R$ 40 milhões para a compra de um veículo por entidade conveniada com a Secretaria da Educação do Estado. “São três modelos de transporte, com 10, 15 e 22 lugares. Nós optamos pelo ônibus, que segundo nos disseram deverá ser entregue até o fim do ano”, afirmou Ditinha.

O Departamento de Comunicação da Câmara de Itapevi acompanhou o evento a pedido da APAE. De acordo com o release distribuído, o Governo do Estado possui convênios com Apaes e outras entidades assistenciais no valor total de R$ 84 milhões ao ano. Estas instituições atendem cerca de 26 mil estudantes em todo o Estado. Todas as instituições oferecem atendimento pedagógico e educacional para crianças e jovens com deficiência motora, visual, mental ou auditiva e também para autistas.

Contra a extinção das APAEs – Os vereadores de Itapevi já se pronunciaram contra a extinção das escolas mantidas pelas APAEs, proposta pelo Conselho Nacional de Educação (CONAE). O presidente da Câmara, Dr. Paulo Rogiério de Almeida (Prof Paulinho), moção foi subscrita por todos os vereadores, apresentou em 13 de agosto uma Moção de Apelo contra a deliberação do CONAE.

Sintetizando o sentimento geral dos seus pares na Câmara de Itapevi, o vereador Julio Portela condenou a tentativa de se extinguir as escolas mantidas pelas APAEs: “É inadmissível, e inacreditável, que existe uma pessoa que possa ter uma ideia ridícula destas. Não que sejamos contra a inclusão de alunos especiais no Ensino Regular, mas falta preparo e estrutura pra isso. E mesmo que houvesse, há anos esta instituição trabalha com crianças portadoras de necessidades especiais. Falta é investimento, isso sim. Fica aqui nosso manifesto contra o fechamento destas escolas”.