Notícias

Câmara de Itapevi aprova Projeto de Lei que denomina escola ‘Vila Dr. Cardoso’ com o nome de CEMEB João Pedro Cardoso

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Itapevi, na última terça-feira, 29 de outubro, aprovou o Projeto de Lei nº 78/013, vindo do Poder Executivo, que denomina o nome de CEMEB Eng. João Pedro Cardoso à antiga CEMEB Vila Dr. Cardoso, no bairro Engenheiro Cardoso.

Cumprimentando os vereadores pela aprovação e em agradecimento, o neto de João Pedro Cardoso, Fernando Cardoso, utilizou a tribuna e proferiu algumas palavras, alegando a contribuição do engenheiro para a cidade e o estado de São Paulo.

“Meu avô, assim que formado, ajudou a expandir a linha férrea Central do Brasil, bem como lutou para que não houvesse mais confrontos entre São Paulo e Minas Gerais, na questão dos limites dos estados. Ele costumava vir muito para Itapevi, onde descansava em sua fazenda, e disse que o local, na época chamada de estação Cotia, tinha um grande futuro pela frente”, enfatizou.

Fernando Cardoso também agradeceu a Câmara de Itapevi em nome de seu pai, o desembargador Fernando Euler de Bueno, que foi homenageado pela Câmara, no mês de setembro, e recebeu a honraria do título de cidadão itapeviense.

O engenheiro João Pedro Cardoso nasceu em Pindamonhangaba em 1871, se formou no Rio de Janeiro em 1885, e foi nomeado inspetor da Agricultura em 1900, considerado um dos principais ativista ambientais do país, em 1902, além de ter sido um escritor de artigos conservacionistas de grandes repercussões e auxiliar na denominação das fronteiras entre Minas Gerais e São Paulo, por volta da década de 1930. Casado com sua prima, Elvira de Paula Machado Cardoso, deixou uma filha, Catharina Elvira Cardoso Bueno, casada com o desembargador Fernando Euler de Bueno.

Segundo a justificativa do Projeto, o terreno onde se situa a escola foi doado pelo próprio João Pedro Cardoso, que também era dono do loteamento que deu origem ao bairro em Itapevi.