Empoderamento da mulher preta é tema de audiência na Câmara de Itapevi

0
57

A Comissão de Justiça e Redação (CJR) da Câmara Municipal de Itapevi realiza na próxima quarta-feira, 30, às 9 horas, o oitavo encontro das audiências públicas que debate os Direitos da População Afrodescendente e o Combate ao Racismo em Itapevi, onde será discutido o tema: Por que a Mulher Preta Empoderada Incomoda Tanto?

O termo empoderamento preto passou a ser muito debatido nos últimos anos, no sentido de dar voz e vez às pessoas pretas em todas as esferas do debate público, direitos sociais e representatividade. Nesse sentido, a CJR pauta o empoderamento da mulher preta na audiência para ampliar a reflexão e encontrar os caminhos para incluir o tema na elaboração da minuta do projeto de lei que visa instituir o estatuto de combate ao racismo estrutural em Itapevi.

As audiências foram requeridas pelo vereador e vice-presidente da CJR, Aparecido (Podemos), que desde maio vem se reunindo com professores, pesquisadores, servidores públicos, representantes de instituições e políticos que atuam diretamente no combate ao racismo estrutural.

                              “Trazer para pauta da comissão o empoderamento da mulher preta é quebrar o silêncio sobre o tema em Itapevi.”
 Vereador Aparecido

“Trazer para pauta da comissão o empoderamento da mulher preta é quebrar o silêncio sobre o tema em Itapevi. É trazer para nossa Casa de Leis as vozes que precisam ser ouvidas na elaboração de uma das mais importantes leis municipais de combate ao racismo”, afirmou o vereador.

Para debater o tema, estão confirmadas as participações da Presidente da PRORACIAL, Senhora Leticia Martins Dionísio;  da Assistente Social da Diretoria de Políticas para a Mulher e Igualdade Racial de Jandira, Senhora Vanice Aparecida Alves; da Secretária de SEPPIR de Osasco, senhora Amanda França; da servidora do Centro de Inovação e Tecnologia de Barueri, Senhora Maria Adélia Paulino dos Santos; da Especialista em Currículo de Educação Especial – Diretoria de Ensino Região de Itapevi, Professora Selma Carvalho da Silva; e das vereadoras de Itapevi Tininha e Mariza Borges. A CJR aguarda a confirmação de outros nomes.

Serviço

Audiência Pública:  Direitos da População Afrodescendente e o Combate ao Racismo em Itapevi – tema: Por que a Mulher Preta Empoderada Incomoda Tanto?

Data: 30/11/22

Horário: 9h30 às 12h

Local: Plenário Bemvindo Moreira Nery – Câmara Municipal de Itapevi – Rua Arnaldo Sergio Cordeiro das Neves, 80, Vila Nova Itapevi (SP), com transmissão ao vivo pelo canal da TV Câmara no Youtube.

 

Veja também Câmara Itapevi promove audiência para debater racismo intersetorial.