Vereadora Mariza solicita UBS Móvel para atender bairros de Itapevi

A vereadora Mariza Martins Borges aprovou na sessão desta terça-feira, dia 10 de outubro, o Requerimento nº 897, que requer informações do Executivo junto à Secretaria de Saúde e Bem-Estar se há estudos para a implantação de UBS Móvel para atender os bairros mais afastados.

Mariza defende que, a exemplo do que já ocorre em outros municípios, a UBS Móvel tem como objetivo promover a prevenção e ampliar o acesso da população a serviços de saúde. “Esse recurso facilitará o acesso da população à saúde, além de romper barreiras como tempo de espera”, afirmou.

De acordo com a justificativa, os moradores terão acesso a procedimentos preventivos como aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientação sobre doenças sexualmente transmissíveis, entre outros. “A UBS Móvel também terá atendimento médico de um clínico geral, que poderá solicitar exames e prescrever medicação, se necessário”, informou.

Vereador Thiaguinho pede implantação de rede de fibra óptica em Itapevi

O vereador Thiaguinho apresentou um requerimento que foi aprovado pela Câmara Municipal na sessão desta terça-feira, dia 10 de outubro, em que solicita a implantação de uma rede de fibra óptica em Itapevi.

De acordo com a justificativa apresentada pelo parlamentar, esta ação visa alavancar o desenvolvimento do município, haja vista que a fibra óptica tem se revelado um elemento importante na tecnologia atual.

Por ser um material dielétrico, e não sofrer interferências eletromagnéticas, segundo explicou, a fibra óptica possui um papel importante em sistemas de comunicação de dados. “Com essa propositura estamos visando a agilidade na comunicação entre departamentos públicos como rede de ensino, unidades de saúde e áreas de segurança, garantindo possibilidade de acesso mais rápido a serviços diferenciados”, comentou o vereador Thiaguinho.

Câmara de Itapevi aprova Título de Cidadã Benemérita a Vilma Pacheco de Moraes

A Câmara Municipal de Itapevi aprovou na sessão desta terça-feira, dia 10 de outubro, o Projeto de Decreto Legislativo 042/2017, que dispõe sobre a outorga de Título de Cidadã Benemérita à Sra. Vilma Pacheco de Moraes.

A propositura foi apresentada pelo filho da homenageada, vereador Professor Rafael Alan, líder do Governo e vice-presidente da Câmara, e foi subscrita por todos os vereadores.

O Título de Cidadão Benemérito é conferido a pessoas nascidas em Itapevi e que prestaram relevantes serviços à comunidade.

 

HISTÓRICO

 

Vilma Pacheco de Moraes, Nascida em 17 de maio de 1955, no Município de Itapevi, cidade onde reside até esta data, filha do Sr. Joaquim Mendes de Moraes, um dos membros mais atuantes na Comissão de emancipação de Itapevi foi também vereador e Presidente desta casa de leis em sua primeira Legislatura e de Dona Cecilia Pacheco de Moraes. Mãe de 4 Filhos, Charles Alan Pacheco de Moraes, Rafael Alan de Moraes Romeiro, Viviane Pacheco de Moraes Romeiro e Vilma Pacheco de Moraes Romeiro. Desde Criança destacou se entre seus irmãos e colegas pelo seu espirito de liderança e seu carisma com as pessoas. Ainda muito jovem buscou seu espaço no mercado de trabalho, trabalhando em Metalúrgicas e também na Rede Estadual de Ensino, e paralelamente atuando sempre em causas sociais, porem sempre teve aptidão para culinária e com o passar dos anos se dividiu entre o lar e suas atividades no ramo de alimentos, e somente em 2002 decidiu sair da Informalidade Criando a empresa Buffet Vilma Festas e Eventos que no mês de outubro de 2017, completará 15 anos de atividade.

 A empresa Vilma Festas e Eventos em seus 15 anos de Atividades gerou dezenas de empregos diretos e indiretos em nosso município tornando se referência em toda região, inseriu muitos jovens no mercado de trabalho sempre os apoiando em seus estudos. Hoje vários desses jovens pela oportunidade que lhes foi oferecida são Advogados, Professores, entre outros e também sempre atuou em Ações e Obras Sociais.

Prof. Paulinho cobra reajuste do repasse à APAE pelo Governo do Estado

A Câmara Municipal de Itapevi aprovou por unanimidade o Requerimento nº 884, de autoria do vereador Prof. Paulinho, cobrando do Governo do Estado um reajuste no repasse concedido às APAEs (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais), que em Itapevi desenvolve um trabalho de grande relevância desde 1985.

De acordo com a justificativa apresentada, a atualização do valor repassado atualmente de R$ 291,00 por mês não é a medida necessária para que o direito da pessoa com deficiência intelectual continue sendo garantido. “O valor acima citado é o mesmo desde 2014, determinando assim que as entidades parceiras suportem a maior parte do custo do serviço prestado”, afirmou o vereador.

Na avaliação do parlamentar itapeviense, a proposta de atualização do repasse à APAE de apenas 6,28% não seria suficiente para atender minimamente as necessidades das entidades parceiras.

Prof. Paulinho reivindica que o repasse mensal por aluno seja no mínimo o valor do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), isto é, R$ 358,59. “Isso vai assegurar o direito a centenas de milhares de alunos com deficiência intelectual”, concluiu.

Vereador Chambinho pede mutirão de mamografia em Itapevi

O vereador Chambinho (PR) conseguiu aprovar, em plenário, requerimento que pede estudos da prefeitura de Itapevi para realização de mutirão de exames de mamografia na rede de saúde do município.

No documento, o parlamentar explica que os exames poderiam ser ofertados na rede municipal de saúde, no sentido de contribuir para a redução da fila de espera, assim como para a promoção de diagnóstico precoce, fundamental para o sucesso do tratamento da metástase do câncer de mama.

“O mutirão é uma ação que pode auxiliar no diagnóstico precoce, que é fundamental para o início do tratamento, além e informar como as mulheres podem realizar o autoexame. Uma ação que pode ajudar muitas mulheres e famílias na prevenção ou no tratamento da doença no estágio inicial da doença pode-se chegar a quase 90% de chance de cura.

Chambinho também destaque que por meio do autoexame, muitas mulheres podem detectar alguma irregularidade na mama. “Segundo números da Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer (IARC), 66% dos diagnósticos deste tipo de câncer são realizados pela própria mulher ao proceder ao exame de toque nas mamas”.

De acordo com dados da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer, o câncer de mama é o tipo de neoplasia que mais mata mulheres no mundo. Em 2016, mais de 50 mil mulheres contraíram a doença.

Aprovado, o documento será encaminhado para análise da prefeitura.

 

Sub-categorias