Prof. Paulinho anuncia audiência pública para discutir “lei do desdobro”

Presidente da Comissão de Assuntos Relevantes responsável por acompanhar e contribuir com a regularização fundiária em Itapevi, o vereador Prof. Paulinho comunicou que vai convocar audiência pública para discutir como colocar em prática a que Lei que autoriza a regularização de desdobro e fracionamentos de terrenos no município.

Aprovada agora em dezembro, a nova lei beneficia loteamentos implantados e consolidados antes da promulgação do Plano Diretor de Itapevi, em 2008, e com área mínima de 125m², com testada mínima de 5 metros. “A lei do desdobro tem grande importância porque soluciona um problema social e traz benefícios ao próprio município e aos moradores de Itapevi”, afirmou Prof. Paulinho.

Também beneficiados proprietários de imóveis implantados depois de 2008, que poderão ter testada mínima de 7 metros. A lei comporta o uso residencial, comercial, serviços e industrial de pequeno porte, não poluentes, com restrição para usos de médios e grandes portes e que gerem incômodo à municipalidade.

Prof. Paulinho informou que a audiência pública pretende envolver todos vereadores e secretarias municipais (Habitação, Desenvolvimento Urbano, Governo, Meio Ambiente e Jurídico), oficial de cartório, Associação de Engenheiros e Arquitetos, imobiliárias, equipe jurídica da Câmara e, principalmente, a população de Itapevi. “Vamos buscar novos caminhos com o Executivo para a urgente regularização dos imóveis em Itapevi, inclusive discutindo alternativas às áreas de risco”, comentou.

Boas festas!

A Câmara Municipal de Itapevi encerra suas atividades nesta sexta-feira (22) e retoma no dia 02 de janeiro a partir das 8h.    

Boas festas! 

Mais informações pelo telefone 4141-4472 ramal 206

Vereador Eduardo Kiko propõe implantação de Mausoléu da GCM no município de Itapevi

Durante sessão ordinária, os vereadores da Câmara Municipal de Itapevi aprovaram o requerimento nº 9751/2017 de autoria do vereador Eduardo Kiko (Podemos), onde se propõe a implantação de um mausoléu da GCM em Itapevi.

Segundo o vereador, a instalação do mausoléu no município trata-se de uma honraria mais do que merecida aos Guardas Civis Municipais de Itapevi que exercem função, na maior parte das vezes, atípica ao seu cargo.  Estes que exercem suas funções trabalhando armados, muitas vezes atuando no combate ao crime nas mais diversas situações de risco, colocando de fato a vida em risco em defesa da municipalidade.

A Guarda Civil Municipal de Itapevi é um órgão de segurança pública do município e na atualidade também sofre os efeitos danosos das ações de combate ao crime, sendo equiparada a força policial militar o que aumenta o risco diante da criminalidade que hoje assola não só o município, como também o nosso país.

Por fim, o vereador termina sua justificativa dizendo que o Mausoléu servirá como local digno e solene para o descanso destes que, como já dito, sacrificam suas vidas em favor do bem-estar da população, bem como, servirá como homenagem aos familiares que terão a certeza de que o sacrifício de seu ente querido não foi em vão.

Vereador Gordo Cardoso solicita informações do Executivo

Em sessão ordinária da Câmara Municipal de Itapevi, o vereador Gordo Cardoso (PSDB) apresentou o requerimento nº973/2017, onde solicita informações do executivo se há estudos para instalação de equipamento público no terreno em que era localizado o CEMEB Dr. João Pedro Cardoso, na Vila Cardoso.

O vereador ainda apresenta ao Poder Executivo, várias questões em seu requerimento referentes ao projeto para saber se existe um cronograma prevendo as etapas, qual equipamento público será construído no terreno.

Thiaguinho apresenta pedido de CEMEB no Jd. Itacolomi

Durante a sessão da última terça-feira, 6, o vereador Thiaguinho (PSL) conseguiu aprovar requerimento, que solicita a instalação de unidade de um Centro de Municipal de Educação Básica (CEMEB), no Jardim Itacolomi. 

O pedido do vereador é fruto de reivindicação dos moradores do bairro que pedem a reinstalação de uma escola na área que abrigou o CEMEB Rui Barbosa (Avenida José Chaluppe, 596). “ O terreno está sem destinação após a demolição do antigo prédio, o que reforça o pedido dos pais para que a prefeitura estude a viabilidade reinstalar outra unidade de ensino no local. Uma ação que certamente trará melhorias a qualidade de vida da comunidade”, destacou o vereador. 

Aprovado, o pedido será encaminhado para estudos da prefeitura.

Sub-categorias