Governo estadual oficializa unidade do Bom Prato em Itapevi

Os vereadores de Itapevi acompanharam o prefeito Igor Soares, o vice Marcos Ferreira Godoy (Teco) e o deputado João Caramez na assinatura pelo governador Geraldo Alckmin autorizando a criação da 53ª unidade do programa Bom Prato. A cerimônia de assinatura aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, nesta quinta-feira, dia 8 de fevereiro, e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Bruxão Cavanha, e dos vereadores Gordo Cardoso, Prof. Paulinho, Rafael Alan, Chambinho, Tininha, Zeca da Piscina, Renatinho, Eduardo Kiko, Yacer Kourani, Thiaguinho, Mariza Borges, Denis Lucas e Aparecido.

“A população do município de Itapevi já pode comemorar a chegada de um restaurante de qualidade, que oferece uma refeição completa por apenas R$ 1”, comentou o presidente Bruxão Cavanha.

O governador Geraldo Alckmin ressaltou a importância do Bom Prato: “Olha, o melhor programa social do Estado de São Paulo, muito bem avaliado, alimentação de qualidade, com controle do Instituto de Tecnologia de Alimentos. Café da manhã a R$ 0,50, almoço a apenas R$ 1. Fizemos uma parceria com a prefeitura, o prefeito Igor, e assinamos agora o convênio para o Bom Prato de número 53. Um dos bons hábitos para manter a boa saúde é uma alimentação adequada, e além de balanceada, é saborosa”, disse Alckmin.

O almoço balanceado, servido com todos os nutrientes importantes para o bom funcionamento do corpo, conta com arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época) e tem 1.200 calorias.

“Quero agradecer ao governo do Estado de São Paulo por esta grande parceria em prol da população de Itapevi, que espera há tantos anos por esse equipamento tão importante do governo que é o Bom Prato. Alimentação saudável a R$ 1”, disse o prefeito Igor Soares.

Assista ao vídeo da solenidade clicando no link https://www.youtube.com/watch?time_continue=6&v=ACygi2XFSAI

 

Sobre o Bom Prato

Criado há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende diariamente 86 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 190 milhões de refeições e investiu mais de R$ 530 milhões no programa. Além disso, serviu 300 mil toneladas de alimentos e 200 milhões de frutas.

Há 52 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na capital, 09 na Grande São Paulo, 06 no litoral e 15 no interior. O almoço tem custo de R$ 1. A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época).

O café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, o café da manhã foi implantado em todos os restaurantes. Crianças até seis anos têm a refeição gratuita.