Câmara de Itapevi encerra ano legislativo com vacinação contra febre amarela

 

A Câmara Municipal de Itapevi encerrou as atividades do ano legislativo promovendo vacinação contra a febre amarela. De acordo com o presidente da Câmara, vereador Bruxão Cavanha, a vacinação é preventiva haja vista que a cidade não registrou casos de febre amarela e está fora da área de risco.

A ação foi promovida pela Vigilância Epidemiológica no município. Quem quiser se vacinar ou em caso de dúvidas, o cidadão pode procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência para obter informações sobre a doença e a campanha de vacinação.

Sobre a doença

A febre amarela é uma doença de caráter infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos - como o Aedes Aegypti - em áreas urbanas ou silvestres. Os primeiros sintomas surgem de forma repentina, e incluem febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça e muscular, náuseas e vômitos por aproximadamente três dias. A doença não pode ser transmitida diretamente entre seres humanos.

Para se prevenir, é preciso evitar a disseminação dos mosquitos, que costumam ficar na água e proliferar-se dentro de casas e adjacências. Recipientes como caixas d'água, latas e pneus contendo água limpa tornam-se ambientes ideais para que a fêmea do Aedes ponha seus ovos, local onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se, multiplicarão a quantidade de mosquitos.

Por isso, é importante evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Além disso, recomenda-se usar repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo.