Câmara de Itapevi cobra explicações sobre demora absurda na liberação de vagas em hospitais estaduais

 

Pela primeira vez nesta legislatura, todos os vereadores de Itapevi subscreveram e aprovaram na sessão ordinária, dia 23 de maio, um Requerimento para pressionar o governador Geraldo Alckmin e o secretário estadual de Saúde, David Uip, exigindo explicações sobre a demora em conceder vagas nos hospitais a pacientes que ficam nos prontos-socorros municipais, via sistema Cross (Centro de Regulação de Ofertas de Serviços a Saúde).

Durante a sessão, os parlamentares Chambinho e Renatinho relataram o drama vividos pelos munícipes internados nos três prontos-socorros de Itapevi (Central, Cardoso e Amador Bueno). Já o vereador Prof. Paulinho ressaltou que a Prefeitura faz a sua parte dando suporte no atendimento primário, mas há várias pessoas que ficam aguardando dias em seus leitos por uma remoção a hospitais. “A Constituição Federal determina que o prazo máximo de permanência dos pacientes nos serviços hospitalares de urgência será de 24 horas”, comentou o Prof. Paulinho.

O presidente da Câmara, vereador Anderson Cavanha (Bruxão do Táxi) salientou a importância de se implantar o atendimento “Portas Abertas” no HGI (Hospital Geral de Itapevi). “É um absurdo a resposta que obtive do secretário estadual de Saúde, Dr. David Uip, a respeito dessa minha solicitação. Ele respondeu que não considera adequado alterar o perfil de atendimento assistencial do HGI. E ele mesmo reconhece que o HGI atende todos os municípios da região e até outras cidades bem distantes daqui”, comentou.

Após várias tentativas de agendar uma reunião com a direção do HGI para discutir o assunto, Bruxão se comprometeu a convocar a coordenação do Hospital para prestar esclarecimentos aos vereadores e sobretudo à população de Itapevi. “Não quiseram nos atender, então nós temos que fazer uma convocação ao representante da associação que faz a gestão do HGI a dar explicações a essa Casa de Leis”, informou.